Paciente também é cliente

Médico é um profissional muito especializado, estudioso e entende muito de gente. De gente, ponto. Claro, não posso generalizar, mas…

Passo por algumas situações que me fazem questionar o porque de alguns desses profissionais nos tratarem apenas como um corpo, uma doença ou uma deficiência.

Rápido exemplo:

Essa semana fui ao médico levar meu filho para uma consulta. Durante a consulta, por duas vezes, a médica atendeu ao celular. Acharia muito normal se fosse algum paciente ou algo urgente que não pudesse esperar, mas em uma chamada era a gerente do banco desejando feliz festas e na outra, que não consegui identificar, não era nada urgente ou profissional.

Será que quando esta médica estiver na concessionária comprando um carro, perguntando informações para um vendedor e tiver seu atendimento interrompido para o vendedor bater um papo com alguém no WhatsApp ou no celular ela ficará contente, ou se sentirá plenamente satisfeita com o atendimento?

Duvido!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s